Consultar PIS pelo CPF

Consultar PIS pelo CPF – O número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) pode ser usado para realizar diversas consultas, como a consulta do PIS. Conhecido como PIS, o número do Programa de Interação Social é um número muito importante para o trabalhador, por isso a importância de saber como Consultar PIS pelo CPF. Ele é usado para diversas finalidades, como para sacar o abono salarial que é debitado e pode ser sacado pelo trabalhador em alguns casos, como no caso da aposentadoria.

Todos os trabalhadores com vínculo empregatício em empresas privadas e possuem registro na carteira de trabalho possuem um número de PIS.

Consulta PIS pelo CPF
Consulta PIS pelo CPF

O número do PIS  é o mesmo número do NIT (Número de Identificação do Trabalhador) e do NIS (Número de Identificação Social).

É importante ter esse número anotado e salvo em um local seguro, para quando precisar, sendo que em alguns casos ele está anotado na carteira de trabalho do cidadão. Entretanto, caso o cidadão esqueça de anotar esse número ou o perca, é possível realizar a consulta desse número de diversas formas, e uma delas é utilizando o CPF.

✅ Confira também como utilizar o seu CPF:

Consultar PIS pelo CPF

Como citamos no início do texto, uma das formas mais simples e práticas de consultar o número do PIS é utilizando o número de CPF do trabalhador. Essa consulta pode ser realizada através do site do Meu INSS, sendo que nessa mesma plataforma é possível consultar e solicitar diversos serviços para o trabalhador. Para realizar a consulta do PIS utilizando o número  do CPF é necessário que o trabalhador:

  • Acesse a página inicial do site do Meu INSS, disponível em: https://meu.inss.gov.br/central/#/login?redirectUrl=/;
  • Selecione a opção “Entrar” ;
  • Informe o seu CPF e realize o login com a senha cadastrada anteriormente;
  • Caso ainda não possua cadastro, é necessário criar uma conta, basta que o trabalhador selecione a opção “Crie sua conta gov.br”;
  • Na aba “Serviços” no topo da tela, selecione a opção “Mais acessados”;
  • Selecione a opção “Meu cadastro”;
  • O site irá abrir uma página com todas as informações trabalhistas do indivíduo, dentre elas o número do NIT, que como citamos anteriormente é o mesmo número do PIS.

O trabalhador pode anotar esse número, e guardá-lo em local seguro, para poder usá-lo quando necessário, como no caso do saque do abono salarial.

Quem tem direito ao PIS

Para ter o direito de se inscrever no Programa de Interação Social (PIS) é necessário que o cidadão cumpra alguns requisitos, como:

  • Ter vínculo empregatício com uma empresa do setor privado (para quem tem vínculo com instituições públicas, esse número é chamado de PASEP);
  • Ter registro em sua carteira de trabalho.

Entretanto, para ter direito ao abono salarial não basta apenas estar cadastrado no PIS, sendo necessário cumprir alguns outros requisitos, como:

  • Estar cadastrado no PIS há no mínimo cinco anos;
  • No ano base, ter média salarial de no máximo dois salários mínimos;
  • Ter exercido alguma atividade remunerada para uma empresa privada por no mínimo 30 dias, durante o ano base;
  • Ter sido cadastrado pelo empregador no cadastro de Relação Anual de Informações Sociais RAIS.

Deixar uma resposta