Como funciona o Minha Casa Minha Vida 2021: Como se cadastrar

O Programa habitacional Minha Casa Minha Vida foi fundado em 2009 pelo Governo Federal. Atualmente, o MCMV já é o responsável por realizar o sonho da casa própria de mais de 4,3 milhões de famílias em todo território nacional. Embora seja um projeto tenha mais de 10 anos de existência, ainda existem muitas dúvidas referente a como ele funciona e quem tem o direito de participar. Veja todas as informações de como funciona o Minha Casa Minha Vida abaixo.

Ao obter interesse pelo programa, você pode fazer uso do Simulador Minha Caixa Minha Vida e ter noção dos valores a serem pagos no financiamento habitacional.

Como Funciona o Minha Casa Minha Vida

Sendo o responsável por realizar o sonho de milhões de brasileiros, o projeto Minha Casa Minha Vida funciona de uma forma bem simples.

Em resumo, o projeto visa construir casas/apartamentos padronizados oferecendo-o para a população com um preço muito abaixo do mercado.

Porém, além de apenas oferecer para as famílias de baixa renda, o programa divide as mesmas em 4 faixas, são elas:

  • Faixa 1: Renda Familiar até R$1.800,00;
  • Faixa 1,5: Renda até R$ 2.600,00;
  • Faixa 2: Renda Familiar até R$ 4.000,00;
  • Faixa 3: Renda Familiar até R$ 7.000,00.

Dessa forma, quanto menor for a condição monetário da família, maiores serão os seus benefícios, incluindo subsídios do governo e a facilitação do imóvel no financiamento habitacional da Caixa Econômica Federal.

Como funciona o Minha Casa Minha Vida
Como funciona o Minha Casa Minha Vida

Quem tem direito ao Minha Casa Minha Vida

Como foi citado anteriormente, todas as famílias de baixa renda tem direito a se inscrever no programa habitacional Minha Casa Minha Vida 2021. Todavia, é de suma importância que se atende as regras e diretrizes do programa.

Em primeiro lugar, é preciso estar presente em uma das 4 faixas apontadas acima. Desse modo, se a renda bruta mental da sua família for maior que R$7.000,00, não será possível fazer parte do programa.

Além disso, os interessados precisam seguir mais alguns critérios para se enquadrar nas regras do programa, são eles:

  • Não ser beneficiário de outro programa habitacional do governo (municipal, estadual, federal);
  • Maior de 18 anos;
  • 3 anos de trabalho com carteira assinada;
  • Trabalhar ou Residir a mais a pelo menos 1 ano no município do empreendimento;
  • Não possuir imóvel em nome do interessado;
  • Para financiar um imóvel pelo MCMV, é preciso ter o nome limpo (Regra válida para famílias da faixa 1 e faixa 2).

Como Realizar a Inscrição no Minha Casa Minha Vida

Com a finalidade de realizar a sua inscrição do MCMV, a forma mais simples e atualizada disponível é ir pessoalmente até uma Caixa Econômica Federal. Porém, existem outras formas que também são válidas e podem ser utilizadas:

  • Órgãos Públicos registrados no seu município;
  • Construtoras conveniadas com o Minha Casa Minha Vida.
Cadastro Minha Casa Minha Vida
Cadastro Minha Casa Minha Vida

Ao comparecer até uma das 3 opções informadas acima, é recomendado que o interessado esteja acompanhado das seguintes documentações:

  • RG (ou outro documento equivalente);
  • CPF;
  • Certidão de Nascimento (pode utilizar a de casamento);
  • Comprovante de renda;
  • Ficha de cadastro de habitação.
  • Extrato do FGTS (atualizado);
  • Declaração de Imposto de Renda.

Talvez não seja exigida toda essa documentação no momento do cadastro, todavia, é importante estar sempre pronto para não ter que voltar para casa sem ter feito a sua inscrição.

Deixar uma resposta